Novidades Fibratec

Postado em 11 de Maio de 2018 às 10h20

É preciso repensar os modelos de prestação de serviço de saneamento

Mais de dez anos após a Lei do Saneamento Básico entrar em vigor no Brasil, em 2007, metade da população do país continua sem acesso a sistemas de esgotamento sanitário. O acesso da população à coleta de esgoto passou de 42% para 52% e o de abastecimento de água passou de 81% para 83%. Esta lenta evolução suscita um diálogo transparente sobre os modelos atuais de prestação de serviços, a fim de identificar barreiras e construir novas oportunidades que garantam a aceleração do acesso aos serviços e alcance das metas de universalização.

Fonte: http://somosmaissaneamento.com.br/mensagem3/

Veja também

Estação compacta de tratamento de esgoto substitui fossa séptica30/06/14A solução, composta por biorreator e biofiltro, é disponibilizada pela Fibratec Engenharia As fossas sépticas realizam o tratamento primário do esgoto doméstico, em que há a transformação e a separação do material sólido contido no esgoto. Trata-se de uma forma simples e barata de distribuição dos esgotos. Entretanto, ao mesmo tempo, o tratamento não é completo, constituindo perigo para a natureza e para a......
Feliz 2019!01/01 Um ano de novas possibilidades está iniciando, vamos aproveitar a época para construir um mundo ainda melhor e mais sustentável. Conte sempre com a #FibratecEngenharia e tenha um feliz 2019! #AnoNovo...
Mundo produz 50 milhões de toneladas de e-lixo ao ano,diz ONU24/04De acordo com a OIT, somente 20% do lixo eletrônico é reciclado A Organização Internacional do Trabalho (OIT) das Nações Unidas fez um alerta para o rápido crescimento de lixo eletrônico no mundo, que produz cerca de 50 milhões de toneladas do chamado "e-lixo" por......

Voltar para (NOTÍCIAS)