Novidades Fibratec

Postado em 10 de Julho de 2014 às 16h18

Sistema recicla energia térmica da água do banho

Uma invenção brasileira tem contribuído para a redução de até 45% do consumo de energia, independente da fonte de energia utilizada para aquecer a água (aquecimento solar, elétrica, gás, caldeira, etc.). Trata-se do Kit Rewatt, sistema que tem como finalidade reciclar a energia térmica da água do banho, recuperando seu calor. 

A ideia por trás de seu funcionamento é simples: a água quente utilizada durante o banho aquece os tubos (serpentina) por onde passa a água limpa; a água (fria) da caixa d’água passa pela serpentina e aproveita o calor da água quente que cai da ducha/inverno. 

O produto é fabricado em plástico e alumínio, mas não utiliza corrente elétrica ou mesmo dispositivos eletrônicos, descartando qualquer possibilidade de choque ou mesmo passagem de corrente elétrica, o que garante ao usuário toda a segurança durante o banho. A serpentina é envolvida por plástico de alta resistência e assim, a base transforma-se em um tapete antiderrapante, trazendo também mais segurança para o banho. “Vale ressaltar que não se trata de reaproveitar a água do banho e sim seu calor. Em nenhum momento a água limpa e água do banho se misturam, pois a água utilizada é direcionada normalmente para o ralo do banheiro”, comenta Valério José Monteiro, Diretor Comercial da empresa. 

O sistema pode ajudar a ampliar a capacidade dos sistemas de aquecimento solar (SAS) de água, pois, ao reaproveitar o calor da água quente disponibilizada para o usuário, reduz o consumo da água aquecida do reservatório necessária para atingir o ponto de conforto. No entanto, a solução deve ser prevista já no momento da instalação das tubulações previstas para a instalação do SAS, para direcionar a água fria para a plataforma que contém a serpentina. 

Monteiro comenta que, desde 2008, quando as vendas foram iniciadas, já foram comercializadas mais de 150 mil unidades do produto. Vendido diretamente por televendas (www.rewatt.com.br), o kit para ser adaptado a um SAS ou a um aquecedor a gás custa R$320,00. Já o para ser instalado no chuveiro, não há a necessidade de quebrar paredes e nova tubulação. Neste caso, o sistema fica aparente e, por envolver mais peças, custa R$ 450,00. Os valores deverão ser acrescidos do custo de envio. 

Veja também

Santa Catarina registra 7 estiagens em 10 anos 04/04/14 Para driblar a situação, a Fibratec Engenharia investe em alternativas que ajudam a enfrentar a seca Em 2011, os prejuízos com a seca somaram R$ 770 milhões, refletindo em perdas nas safras de grãos (milho, soja e feijão) e na produção de leite A cheia atual pode ser um bom momento para encontrar alternativas que amenizem as perdas com a estiagem trazida......
Férias Coletivas 201818/12/18 A partir de amanhã, dia 19/12, estaremos em recesso coletivo. retornaremos em 03 de janeiro de 2019. Boas Festas! #FibratecEngenharia...
Calor do esgoto pode ser nova fonte de energia limpa03/07/14Trocadores de calor com este acima aquecem água que passa por tubulação adjacente à canalização A água da pia, da máquina de lavar ou do banheiro dissipa um calor valioso, que o serviço municipal de energia da cidade austríaca de Amstetten recupera 'in loco': no sistema de esgoto. O calor resultante das......

Voltar para (NOTÍCIAS)